Globo.com
'No final, deu tudo certo', diz Barroso sobre julgamento de Maluf
Encerrado o julgamento do deputado afastado Paulo Maluf (PP-SP), o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso fez um rápido comentário sobre como terminava o processo do parlamentar, que tomou dois dias de sessão da Corte. “No final, deu tudo certo”, disse a jornalistas, saindo em seguida do plenário. A frase de Barroso foi uma referência a dois pontos polêmicos que estavam em discussão no julgamento e geravam preocupações nos investigadores da Operação Lava Jato: a autorização para que réus possam entrar com embargos infringentes contra decisões de turmas do tribunal e a possibilidade de um ministro revogar ato de outro colega em habeas corpus. Ao final do julgamento, o resultado foi recebido com alívio pelos que defendem a continuidade da Lava Jato. De um lado, os advogados de réus da operação tiveram uma vitória parcial. O tribunal decidiu que cabem embargos infringentes contra decisões de uma das turmas, recurso que pode ser utilizado pelas defesas quando há um voto divergente. Só que prevaleceu a proposta de Barroso, que determinou critérios mais rigorosos para que os embargos infringentes (tipo de recurso que podem mudar a condenação) possam ser usados. Serão necessários, no julgamento da turma, dois votos vencidos (ministros que tenham tido opinião diferente da maioria), e pela absolvição do réu. Tese que foi acompanhada pelos ministros Edson Fachin, Luiz Fux, Rosa Weber, Celso de Melo e Cármen Lúcia. Ficou vencida a ala do Supremo que defendia que era preciso apenas um voto divergente e não necessariamente pela absolvição. Dias Toffoli, Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski, Marco Aurélio e Alexandre de Moraes. Este último se posicionou a favor de apenas um voto vencido, mas pela absolvição. Ou seja, as defesas terão agora a garantia de mais um recurso para postergar condenações em turmas. Mas o resultado final do julgamento definiu exigências mais rigorosas. Se fosse exigido apenas um voto vencido, a possibilidade de recursos aumentaria em larga escala, prejudicando, na avaliação de investigadores da Lava Jato, a punição de condenados. Revisão de decisão de ministros No outro ponto polêmico em discussão, houve apenas o debate, sem que fosse tomada qualquer decisão que pudesse alterar a regra atual do Supremo, que não permite que um ministro desautorize decisão monocrática de um colega em pedidos de habeas corpus. Outra vitória da Lava Jato, porque uma mudança nesta regra poderia levar a uma onda de habeas corpus no Supremo, com condenados tentando cair nas mãos de um ministro que possa revogar a decisão de um colega que determinou sua prisão. Seria, na visão de especialistas, um risco de desestabilização do tribunal. Esse tema foi tratado na segunda etapa do julgamento, quando os ministros passaram a analisar o habeas corpus concedido por Dias Toffoli a Maluf, determinando sua prisão domiciliar. Toffoli, nesse momento, destacou que sua decisão havia sido em caso excepcional, por questões humanitárias, e, na sua visão, não havia desautorizado o relator Edson Fachin, que havia mandado executar a ordem de prisão do parlamentar. Fachin inclusive fez questão de reconhecer que foi avisado pelo colega da decisão e também considerava que o caso de Maluf havia ganhado fatos novos, a piora do seu estado de saúde. Toffoli aproveitou para dizer que, na sua opinião, era preciso também tratar da questão em tese, se um colega pode rever ato de outro. Ele defendeu que isso poderia ocorrer em casos excepcionais, de forma monocrática, como no caso de Maluf, por questões humanitárias, mas sempre submetendo o caso ao plenário. Foi apoiado por Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski. Eles destacaram que um relator não pode tomar qualquer tipo de decisão sem admitir que seus atos sejam questionados no plenário. Gilmar chegou a lembrar expressão usado por Marco Aurélio, que um relator não pode se considerar um “reizinho”. Nesse momento, Fachin decidiu mudar o rumo da sessão e retirou o que havia proposto ao término da primeira fase do julgamento. O relator Fachin disse que não iria mais propor que o plenário analisasse a concessão de ofício (por decisão própria do tribunal) da prisão domiciliar. E que, como relator, iria decidir, como decidiu, de forma monocrática conceder a prisão domiciliar. Com isso, o habeas corpus relatado por Toffoli ficou prejudicado e o deputado afastado manteve sua prisão domiciliar. E o plenário do STF até discutiu se um ministro pode rever ato de outro em habeas corpus, mas não houve uma decisão final e foi mantida a proibição atual.
Fri, 20 Apr 2018 15:42:43 -0000
Cemitério Bom Pastor tem placas arrancadas de túmulos por vândalos em Uberlândia

Servidora gravou vídeo mostrando parte de estragos. Prefeitura diz que requereu intensificação da vigilância na região. Cemitério Campo do Bom Pastor em Uberlândia é depredado Fernanda Vieira/G1 O Cemitério Campo do Bom Pastor, no Bairro Planalto, foi alvo de vândalos em Uberlândia. Segundo informações repassadas pela administração do local, pedras de mármore foram danificadas e diversas placas arrancadas dos túmulos. A Polícia Militar (PM) foi acionada e foi para o local nesta sexta-feira (20) para registrar o boletim de ocorrência. A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbanístico informou por meio de nota que já realiza reparos nos túmulos danificados, bem como serviços de limpeza na área em que o ocorreu o ato de vandalismo. Além disso, ressaltou que estuda medidas para reforçar a segurança no local e que o Município acionou a PM requerendo intensificação da vigilância na região do Cemitério Bom Pastor. Vandalismo Os funcionários do cemitério constataram o ato de vandalismo quando chegaram para trabalhar nesta manhã. O crime pode ter ocorrido durante à noite e ainda não há informações sobre a motivação e identificação dos suspeitos. Em um vídeo gravado por uma das servidoras do cemitério é possível ver um vazamento de água pode ter sido ocasionado pela quebra de um cano, além de pedras e placas espalhadas pelo chão. Foram atingidos jazigos de três corredores dos setores M e F. Cemitério Campo do Bom Pastor é alvo de vândalos em Uberlândia
Fri, 20 Apr 2018 15:42:38 -0000
Fã do Bem Estar se encontra com o apresentador Fernando Rocha em Porto Velho

Ressur Coimbra 'adotou' o apresentado Fernando Rocha como neto e se emocionou no encontro. Bem Estar Global está sendo realizado no Espaço Alternativo. Dona Ressur conhece pessoalmente o apresentador Fernando Rocha Aléxia Letícia/ Rede Amazônica A idosa Ressur Coimbra, de 77 anos, não pratica mais exercícios físicos devido a um problema de saúde, mas não deixa de assistir ao programa Bem Estar e é fã de carteirinha dos apresentadores Fernando Rocha e Mariana Ferrão. Com o Bem Estar Global em Porto Velho, nesta sexta-feira (20) ela não perdeu a chance de participar do evento e conhecer o ídolo, que apresentou o programa ao vivo do local. Quando Fernando Rocha soube do amor da idosa, fez questão de conhecer a Dona Ressur, que adotou o apresentador como neto na hora do encontro. Para encerrar o programa, Ressur subiu ao palco e aproveitou para dançar com o Fernando. "Foi lindo! O Fernando é mais bonito pessoalmente, ele é tão magrinho. Ele me chamou para encerrar o programa e eu não não tive como recusar", disse a idosa, emocionada. A filha Margareth Coimbra foi quem levou a dona Ressur para o evento e conta que mesmo com problemas de saúde, a idosa fez questão de estar presente no Bem Estar Global. "Minha mãe tem fibrose pumolnar. Saímos de casa antes da 7h e umas 8h ela já havia encontrado com ele. Mesmo doente ela não deixou de vir ao Bem Estar Global realizado aqui na nossa cidade", explicou a filha. Convite especial Fã do Bem estar se emociona ao ver recado de apresentadores A dona Ressur garantiu dias antes do evento que compareceria ao Bem Estar Global em Porto Velho, e recebeu um convite especial feito pelos apresentadores do programa. A idosa conta que acompanha o programa desde as primeiras exibições, sem falta, e que foi por causa do Bem Estar que decidiu emagrecer, em um desafio junto com o Fernando Rocha. Idosa declara amor pelo programa Bem Estar e é homenageada por apresentadores Dona Ressur Coimbra se emocionou ao conhecer o apresentador do Bem Estar Hosana Morais/ G1
Fri, 20 Apr 2018 15:41:12 -0000
VÍDEOS: SP1 de sexta-feira, 20 de abril
Assista aos vídeos do telejornal com as notícias de São Paulo. Assista aos vídeos do telejornal com as notícias de São Paulo.
Fri, 20 Apr 2018 15:40:49 -0000
Polícia conclui que morte de homem foi motivada por vingança, em Chupinguaia, RO
Segundo investigações, vítima provocou a morte de uma jovem de 19 anos em 2015. No ano passado, familiares da garota encomendaram o assassinato dele. A Polícia Civil de Vilhena (RO) concluiu que uma vingança motivou a morte de um homem de 49 anos, no distrito de Novo Plano, em Chupinguaia (RO). A resolução do inquérito foi divulgada nessa semana. Segundo as investigações, a vítima provocou a morte de uma jovem de 19 anos em 2015. Ele pilotava uma motocicleta, embriagado, quando atropelou a garota. Já no ano passado, familiares da mulher encomendaram a morte dele. Dois suspeitos de envolvimento no crime estão presos e outro foragido da Justiça. Segundo as apurações da Polícia Civil, após o acidente em 2015, a jovem ficou hospitalizada, mas morreu dias depois. O motociclista foi preso e condenado pela morte da garota. Contudo, o delegado Núbio Lopes de Oliveira explicou que, após cumprir a pena, o homem foi visto ingerindo bebidas alcoólicas na cidade, o que gerou a revolta de alguns familiares da mulher. Em maio de 2017, o homem foi morto com um tiro no pescoço. No decorrer das investigações, uma testemunha apontou dois envolvidos e a Polícia Civil pediu a prisão temporária de um deles. De acordo com o delegado, o homem preso temporariamente era um irmão de convivência da garota. Ele não tinha laços sanguíneos com a mulher, mas foi criado junto com ela. Com a prisão do irmão, a polícia chegou até o suspeito de ser o executor do homicídio. Ele confessou que atirou na vítima enquanto o irmão da jovem pilotou a motocicleta. O suposto atirador ainda revelou que o irmão e pai da garota encomendaram a morte da vítima. O pagamento prometido pela execução do crime foi uma motocicleta e a quantia de R$ 8 mil. Porém, o suposto atirador só recebeu a moto. “Testemunharam contaram que, após a morte da jovem, o pai dela passou a viver em desgosto, só chorando. O irmão dela relatou que toda vez que via quem provocou o acidente da irmã, dava uma coisa ruim nele. Por isso, quiseram se vingar”, explica Oliveira. A prisão temporária do irmão foi convertida em preventiva. O suspeito de ser o executor foi preso durante as investigações por tráfico de drogas e a Polícia Civil também pediu a prisão preventiva dele pelo homicídio. O pai da jovem está foragido da Justiça. “O pai e o irmão da jovem foram indiciados por homicídio qualificado pela promessa de recompensa. O executor foi indiciado por homicídio duplamente qualificado, por ter matado pela recompensa e também por ter praticado um crime mediante recurso que tornou impossível a defesa da vítima”, ressaltou o delegado. O inquérito foi concluído na semana e encaminhado para o Ministério Público de Rondônia. O G1 não localizou os advogados dos suspeitos. Veja mais notícias da região no G1 Vilhena e Cone Sul
Fri, 20 Apr 2018 15:37:34 -0000
Sem habilitação, jovem fica ferido ao bater carro em poste no Norte de SC

Segundo a polícia, o condutor estava sozinho no Jetta e colidiu contra um poste. Acidente ocorreu no Centro de Guaramirim. Acidente ocorreu em Guaramirim Polícia Militar/ Divulgação Um jovem de 18 anos ficou ferido após se envolver em um grave acidente ferido no Centro de Guaramirim, no Norte catarinense. De acordo com a Polícia Militar, ele estava com um carro emprestado de um amigo e não tem carteira de habilitação. O acidente ocorreu na noite de quinta-feira (19). Os bombeiros foram acionados às 23h50. O condutor estava sozinho no Jetta e colidiu contra um poste. O jovem, que não teve o nome divulgado, sofreu traumatismo craniano e foi levado para atendimento médico no Hospital Santo Antônio. Ainda de acordo com a PM, foi lavrado um termo circunstanciado ao proprietário do carro e ele responderá por entregar veículo a uma pessoa não habilitada. Ele também será multado e recebe pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).
Fri, 20 Apr 2018 15:36:55 -0000
Motorista perde controle e capota caminhão no acostamento da SP-52 em Cruzeiro

Ele descia a serra, sentido Vale, quando perdeu o controle do veículo. Caminhão carregava papel higiênico.  Acidente aconteceu às 21h30 no Km 232 da rodovia Avelino Júnior, que liga Cruzeiro (SP) a Passa Quatro (MG). Mix Vale Um homem de 40 anos ficou levemente ferido na noite desta quinta-feira (19) após o caminhão que conduzia capotar na Rodovia Avelino Junior (SP-52) em Cruzeiro. O acidente aconteceu às 21h30, na altura do Km 232 da rodovia, que liga Cruzeiro (SP) a Passa Quatro (MG). Segundo a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), o veículo com carga de papel higiênico capotou no acostamento após o motorista perder o controle enquanto descia a serra. Ele sofreu ferimentos leves e foi encaminhado consciente para a Santa Casa de Cruzeiro e liberado. A via não foi interditada e não houve registro de congestionamento no local. Motorista perdeu o controle do veículo e capotou no acostamento. Ele não corre risco de morte. Mix Vale
Fri, 20 Apr 2018 15:34:55 -0000
VÍDEOS: CETV 1ª edição de sexta-feira, 20 de abril

Confira as notícias e matérias do CETV 1ª edição desta sexta-feira (20). Confira as notícias e matérias do CETV 1ª edição desta sexta-feira (20).
Fri, 20 Apr 2018 15:34:49 -0000
Delegado deve indiciar soldado da PM que matou ex-esposa e sequestrou filha em Santos Dumont por feminicídio

Polícia Civil também investiga sequestro e cárcere privado da criança. Policial foi preso em BH nesta quinta (19) e menina está com a família materna na cidade natal. Soldado da PM Gilberto Ferreira Novaes foi preso nesta quinta (19) em BH Reprodução/TV Integração O soldado da Polícia Militar (PM) Gilberto Ferreira Novaes, de 35 anos, deve ser indiciado na Polícia Civil pelo feminicídio da ex-companheira, Sthefania Parenti de Ferreira Novaes, em Santos Dumont. O delegado responsável pelo caso, Cléber Faria Silva, disse que ainda é apurado o indiciamento pelos crimes de sequestro e cárcere privado da filha de quatro anos. O prazo para conclusão do inquérito é de 30 dias. Ele foi preso nesta quinta-feira (19) em um shopping popular de Belo Horizonte. A menina foi recuperada sem ferimentos e entregue à família materna. O crime ocorreu na noite de sábado (14), no Bairro Córrego do Ouro. O soldado é acusado de invadir a casa e matar a ex-esposa com três tiros e tirar a criança a força do local em seguida. O delegado conversou nesta sexta-feira (20) com o G1 sobre o andamento das apurações, que foram mantidas em sigilo durante o período de buscas pelo soldado. Desde segunda (16), o homem era considerado foragido da Justiça, que acatou o pedido da Polícia Civil e emitiu um mandado de prisão preventiva, que foi cumprido nesta quinta. A assessoria da Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) informou que o soldado está detido em uma unidade da corporação. Se for excluído, ele passará à custódia da Justiça Comum. "Ele já foi ouvido pelas duas corporações (Civil e Militar). O procedimento administrativo disciplinar da PM corre em Poços de Caldas, porque ele era lotado lá, e dura o tempo do devido processo legal", informou em nota. Quando cometeu o crime, o soldado estava afastado das atividades no 29º Batalhão por problemas psicológicos. A PM informou que o soldado foi localizado enquanto tentava adquirir documentos falsos nas proximidade de um shopping popular em Belo Horizonte. Ele estava com a criança no colo, em trajes civis e não reagiu ao ser abordado por militares. De acordo com a nota, o soldado alegou que tinha problemas psicológicos. A operação teve o apoio de psicólogos e de profissionais da área médica da PM, que fizeram o acompanhamento da criança que foi entregue à avó materna e já está em Santos Dumont. O G1 enviou questionamentos à polícia sobre os procedimentos internos de apuração dos atos do soldado e aguarda retorno. Criança estava com o pai no momento da prisão e passa bem, segundo a PM Polícia Militar/Divulgação Provas suficientes para responder por femincídio, diz delegado "A nossa prioridade foi cumprida: resgatar a criança e prender o suspeito", disse o delegado Silva. Por conta disso, só nesta sexta-feira (20) detalhes do inquérito, instaurado na segunda-feira (16) na Polícia Civil de Santos Dumont, puderam ser divulgados sem causar prejuízo aos trabalhos policiais. Para o delegado, o feminicídio - que é um tipo qualificado de homicídio onde a vítima é morta por ser mulher, com pena de 12 a 30 anos de reclusão - está comprovado. "Já tenho provas suficientes pra afirmar que houve o crime de feminicídio. Pelo contexto das quatro ocorrências anteriores de episódios de violência doméstica e pelo fato de ele estar inconformado com a separação em andamento. É como se ele considerasse a mulher uma posse e que tinha que prevalecer o desejo unilateral dele de manter a relação", explicou. Silva disse que o inquérito está avançado, porque policiais civis acompanharam todo o registro do caso, que houve a perícia do local do crime e que aguarda o laudo de necropsia. "Já realizamos entrevistas e depoimentos de familiares e testemunhas presenciais. Também colhemos imagens de câmeras de segurança próximas ao local do crime. Ainda faltam alguns depoimentos de policiais militares que participaram da ocorrência", comentou. O policial militar Gilberto Ferreira Novaes foi preso por matar a ex-mulher em MG Reprodução/Facebook Também falta ouvir o depoimento do preso. "Entrarei em contato com o comando da PM, já que por ser policial militar, ele deve ser encaminhado para a prisão em um batalhão, para acertar quando poderemos interrogá-lo para os autos do inquérito", afirmou. A Polícia Civil apura se cabe indiciamento por outros crimes, como o sequestro e cárcere privado da filha de quatro anos. "Pelo contexto da violência, mesmo que ainda não tivesse a guarda judicial decretada, a mãe tinha a guarda de direito. Os relatos são de que ele invadiu a casa, matou a jovem, pegou a criança à força e a subtraiu da guarda de quem a detinha no momento. A tia e o amigo da família tentaram impedir, mas ele apontou a arma para os dois. Ainda vamos apurar em quais condições ele manteve a menina desde então", afirmou o delegado. De acordo com as informações recebidas pelo delegado, a arma do crime ainda não foi encontrada. A certeza é de que não era a arma funcional dele. "A arma era de origem ilícita, ainda não sabemos se ele a comprou em cidades próximas ou no Estado do Rio de Janeiro. A arma funcional dele foi recolhida na primeira ocorrência de violência doméstica. Ele solicitou a devolução, mas negamos e encaminhamos para o comando da PM, informando que ela foi apreendida em circunstâncias de crime de ameaça. E ele não a obteve de volta", ressaltou Silva. Delegado de Policia Civil de Santos Dumont (MG), Cléber Faria Silva, terá 30 dias para concluir o inquérito sobre o caso Vagner Tolendato/G1 O dois veículos envolvidos na ocorrência foram apreendidos. Tanto o do soldado, quanto o que ele trocou com um amigo e que foi usado no crime e na fuga. O delegado informou que o comportamento do amigo que aceitou trocar de carro também é apurado. Este fato é considerado uma informação importante para o andamento da responsabilização do preso. "Ele pediu para trocar de carro com o amigo alegando que sairia com uma moça e, por estar em processo de separação, não queria usar o próprio veículo, para que fosse algo mais reservado. Para nós, é um elemento de que o crime foi premeditado, que ele queria um carro diferente para ficar nas imediações da casa da vítima sem ser reconhecido", concluiu.
Fri, 20 Apr 2018 15:34:29 -0000
Renata Sorrah e Companhia Brasileira de Teatro apresentam espetáculo 'Preto' em Belo Horizonte
Este fim de semana em Belo Horizonte tem ainda a ópera 'La Traviata' e o 'Minas ao Luar' no domingo em homenagem à Semana do Choro. A atriz Renata Sorrah e a Companhia Brasileira de Teatro apresentam, durante este mês em Belo Horizonte, o espetáculo “Preto”. A peça é uma reflexão sobre o racismo e a tolerância para as diferenças. O espetáculo “Preto” fica em cartaz no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) até o dia 30 de abril, de quinta-feira a segunda-feira, sempre às 20h. A classificação é 14 anos. A ópera “La Traviata” estreia às 20h30 desta sexta-feira (20) no Palácio das Artes, em Belo Horizonte. A superprodução conta com mais de 200 pessoas no elenco. No domingo, haverá apresentação às 19h. A classificação é 10 anos. Veja mais informações sobre a ópera no site. Neste domingo (22) tem a exibição do projeto “Minas ao Luar” especial pela Semana do Choro. A apresentação será às 9h na Praça Duque de Caxias, no bairro Santa Tereza, em Belo Horizonte e a entrada é gratuita. A classificação é livre. Veja mais o que vem por aí. Shows Divina Maravilhosa Sexta-feira, às 22h Music Hall Classificação: 18 anos Raphael Sales Sexta-feira, às 21h Teatro Bradesco Classificação: livre Silva Sábado, às 21h30 Cine Theatro Brasil Classificação: livre Skank Sábado, às 22h30 Km de Vantagens Hall Classificação: 15 anos Concerto Orquesta Opus e Guilherme Arantes Sexta-feira, às 21h Sesc Palladium Classificação: livre Teatro Um pouco de ar, por favor De sexta-feira a segunda-feira, às 19h CCBB Classificação: 14 anos O Negro Conta Sexta-feira e sábado, às 20h; domingo às 19h Teatro Francisco Nunes Classificação: livre Manda quem pode, obedece quem é marido Sexta-feira, às 20h Teatro Raul Belém Machado Classificação: 14 anos Homem-Bomba Sexta-feira e sábado, às 20h; domingo, às 18h Teatro João Ceschiatti, no Palácio das Artes Classificação: 12 anos Eita, casei! Sábado, 18h Teatro Arena Mineirão Classificação: livre Orlando - um prólogo Sexta-feira e sábado, às 20h; domingo, às 19h Sesc Palladium Classificação: 12 anos Ondas de onde parto Sexta-feira e sábado, às 20h; domingo, às 19h Sessão especial: sábado, às 16h Teatro da Assembleia Classificação: 16 anos Leo e Bia Sábado, às 20h30 Teatro Bradesco Classificação: 10 anos Infantil Pescadora de ilusão Domingo, às 16h Teatro Bradesco Classificação: livre Pluft! O Fantasminha Sábado e domingo, às 16h Teatro Marília Classificação livre Gratuitos Pré-estreia "Praça Paris" Sexta-feira, às 19h30 Cine Humberto Mauro Classificação: 14 anos Freddie Rock Star Sábado, às 20h Sala Juvenal Dias, Palácio das Artes Classificação: 16 anos Asas de Minas Domingo, às 10h30 Teatro Padre de Man - bairro Cinco, Contagem Classificação: livre
Fri, 20 Apr 2018 15:34:26 -0000

This page was created in: 0.02 seconds

Copyright 2018 Oscar WiFi